Tabela PRICE ou SAC: qual fica melhor para minha renda?

Tabela PRICE ou SAC: qual fica melhor para minha renda?

Dúvidas são completamente normais na hora de comprar o tão sonhado primeiro imóvel. Quando o cliente recorre ao financiamento bancário, muitos chegam aqui perguntando a mesma coisa: SAC ou Price? Qual é o melhor modelo para se adotar?

Leia Também: Entenda as documentações necessárias para comprar um imóvel

A resposta é… que não há resposta! Não tem certo ou errado, existe a que se ajuste melhor a sua situação. Mas, antes de qualquer coisa, é necessário que você entenda como funciona cada um. Vamos lá:

Como funciona a tabela Price?

Na Tabela Price, o valor é linear do início ao fim, isto é, as parcelas possuem uma quantia praticamente fixa. A sua vantagem é que a parcela inicial é bem menor do que pelos outros sistemas de amortização. Outro ponto positivo, é que ao logo do seu financiamento, a disposição das parcelas vai mudando, o valor dos juros cai e o da amortização sobe. Mas, como dissemos, a parcela se mantém contínua!

É por isso que muitas pessoas que escolhem a Price, anos depois, quando resolvem quitar a dívida, se surpreendem ao notar que o valor total acertado no contrato, ainda continua muito semelhante ao inicial. Então, se você tem uma estabilidade financeira garantida e sabe que vai manter a sua divida em dia, a Price acaba sendo uma boa opção também. É muito comum que os clientes que estão dentro do sistema Minha Casa Minha Vida, optem pela tabela Price.

Leia Também: Diferenças entre financiamentos MCMV e SBPE

Como funciona a SAC?

Considerada por muitos economistas como a melhor opção, no SAC ou Sacre, as parcelas são maiores no começo e vão diminuindo conforme o tempo. Em média, nos primeiros anos as parcelas diminuem em uma quantia pequena, entre R$1,00 ou R$2,50, e começam a abaixar significativamente depois de 5 anos.  Apesar das parcelas serem maiores no início, há uma amortização maior na dívida, o que leva a uma economia considerável no final.

Ela é indicada para quem tem já tem um dinheiro guardado para investir logo de cara e escolhe se comprometer mais no começo, por não ter certeza de que manterá a mesma renda futuramente.

Conclusão

Como dissemos no início, não há uma opção que seja melhor, universalmente, para todos os casos. Há vantagens em optar pela Price se você não tem capacidade de colocar a sua renda dentro do limite. Por exemplo, se você optar pelo SAC e conseguir um financiamento de R$120 mil, na tabela Price o seu poder de financiamento aumenta, podendo conseguir financiar R$140 mil.

No entanto, os juros no SAC são menores do que na Price, pela simples razão de que você está devolvendo o dinheiro de maneira mais rápida. Afinal, os juros são o aluguel do dinheiro. Mas, analisando em termos matemáticos, ambas as tabelas acabam se equivalendo e o que vai mesmo diferenciar uma da outra, é a sua conjuntura financeira.

Se você ainda tiver alguma dúvida sobre esses sistemas, você pode fazer um teste prático, entrando no Simulador Habitacional da Caixa ou no fale conosco!

Não perca tempo, o melhor momento de sair do aluguel é agora! Lembre-se, aqui na Imobiliária Capriatti, #NósTemosSeuPrimeiroImóvel