Quanto vou gastar com documentação no primeiro imóvel?

Quanto vou gastar com documentação no primeiro imóvel?

Como sempre discutimos por aqui, conquistar o sonho de ter o primeiro imóvel pode render muitas surpresas desagradáveis, caso você não se organize. Uma dessas surpresas complicadas é a questão dos gastos da documentação. Muitos clientes sempre chegam aqui, na Imobiliária Capriatti, e perguntam: “quanto eu vou gastar com documentação?” ou até “como assim eu vou ter de gastar com mais coisa?”.

Quanto mais se compreende o motivo dessas documentações e seus custos, mais os clientes podem se tranquilizar e, obviamente, se planejar. Por isso, vamos explicar como funciona e quanto você gastará no investimento do seu primeiro imóvel.

Em média, o cálculo gira em torno de 5% do valor do imóvel. Tirando as taxas e impostos, temos também algumas documentações necessárias, que você deve se programar para não pesar de surpresa em seu bolso. São elas o ITBI, o Registro do Imóvel e escritura.

ITBI

O primeiro gasto é o ITBI – Imposto de Transmissão de Bens e Imóveis. Ele é um tributo municipal, cobrado toda vez que a posse de um imóvel é transferida de nome por ato oneroso, isto é, este tributo é pago pelo comprador do imóvel e serve para o regularizar, junto aos registros públicos. Ele varia entre 2% e 3%, dependendo da sua região.

Leia Mais: ITBI, você sabe o que é?

Registro do Imóvel

No cartório de registro de imóveis, o pagamento dessa taxa tem como a finalidade de averbar que o cliente está adquirindo esse imóvel do banco. Mas, atenção! Se você comprou com financiamento, ele ainda não é seu, ele só irá ser seu depois que você terminar de pagar tudo.

Se você for realizar a compra por financiamento bancário e for o seu primeiro imóvel, você tem direto a 50% de desconto do custo de registro. Fique atento(a), pois essa informação tem de estar no contrato de que se trata do seu primeiro imóvel. Assim, quando estiver no cartório, para orçar o custo de registro, é seu dever informar que é o seu primeiro imóvel e pedir essa isenção. Isso é o seu direito!

Quando você não está utilizando nenhum financiamento bancário na compra do primeiro imóvel, você não tem direito à 50% de desconto.

Escritura Pública

Essa escritura determina que você tem propriedade sobre o bem, ela é necessária para dar validade formal ao ato jurídico exigido por lei.  Não é obrigatório realizar a escritura pública em um banco, você também pode realizar em um cartório. A diferença fica em questão do valor, já que no banco eles irão te cobrar uma taxa mais em conta. Porém, irão efetuar uma troca por um produto do banco que você pode contratar, como um seguro ou qualquer tipo de serviço que irão te oferecer para compensar.

Assim, no somatório do ITBI, do Registro e da despesa da escritura (ou tal o produto do banco), irá resultar esse percentual de 4% a 5%. Essa diferença de 1%, é justamente a isenção, para os clientes do primeiro imóvel com financiamento.

E se eu fui contemplado com um imóvel do PAR (Programa de Arrendamento Residencial)? Quando eu for comprar um imóvel, o imóvel do PAR constará como primeiro imóvel?

Sim, ele foi registrado em seu nome, constando no cartório de registro que você teve esse benefício. Assim, você perde a isenção do cartório de registro. Além disso, você não terá direito no caso do imóvel do PAR ou algum outro programa do governo, a ter um novo benefício, no caso do MCMV, por exemplo.

E como funciona quando a documentação é oferecida de forma gratuita? 

É bem possível que ela já esteja embutida no valor total. Afinal, seja qual for o lugar, dificilmente alguma coisa sai de forma gratuita, certo?

Existe uma vantagem nessa gratuidade?

Bom, de certa maneira sim! Todas essas documentações, quando pagas no cartório, elas não podem ser parceladas, pagas em dinheiro vivo. Já desta forma, o cliente não necessita pagar na hora, podendo parcelar a documentação e facilitando o seu próprio bolso.

Ficar atento(a) a todos esses detalhes é fundamental! Para que não haja nenhuma surpresa indesejada futuramente. Mas, qualquer dúvida, comentei aqui embaixo, ou entre em contato conosco!

#NósTemosSeuPrimeiroImóvel