O que avaliar na compra de um imóvel quando se tem pets

O que avaliar na compra de um imóvel quando se tem pets

Como sempre falamos por aqui, comprar o primeiro imóvel nunca é uma tarefa simples ou muito menos fácil, e isso pode ficar ainda mais complicado quando se tem animais de estimação, já que existem muitas mais coisas para se levar em conta quanto as necessidades e seguranças dos nossos amados pets.

LEIA MAIS: O que avaliar na compra de um imóvel quando se tem filhos

Segundo uma pesquisa recente realizada no Rio de Janeiro pela Viva Real, do Grupo Zap, na hora de escolher um imóvel para compra ou locação, boa parte dos cariocas pensa primeiro em seus animais de estimação. Segundo os resultados obtidos, 45% dos usuários indicam que o local precisa aceitar petes, já que possuem interesse em criar um animal de estimação no novo lar. Mesmo sendo uma pesquisa voltada para apenas um estado, sabemos que essa opinião reflete boa parte do país.

De acordo com a pesquisa, fica clara a preferência por casa entre os respondentes que declararam querer criar um animal de estimação no novo imóvel: um total de 53%, frente a 35% que prefere apartamento”, diz Joanna Araujo, especialista de inteligência de mercado do Grupo ZAP.

Além disso, outro dado interessante que foi apontado pela pesquisa é de que 55% de quem busca imóvel para compra quer criar um pet no novo ambiente. Mas afinal, o que o cliente precisa estar atendo na hora de buscar um novo imóvel que seja adequado ao seu pet preferido? Vamos listar abaixo!

Espaço

Mesmo que seja óbvio que quanto maior for o tamanho do seu animal, mas espaço no seu apartamento ele irá necessitar, a verdade é que independente do seu tamanho, o animalzinho sempre terá uma vida mais saudável se viver em um ambiemte que o proporcione correr, brincar e que não o deixe com energia acumulada, ainda mais nos dias de hoje em que os donos possuem uma rotina corrida, onde muitas vezes fica difícil sair todo dia para caminhar, mesmo que isso seja essencial. Principalmente os cães, que não lidam bem com a falta de espaço, podendo até gerar crises nos bichinhos, onde eles vão provavelmente ter algum tipo de comportamento indesejado, como roer móveis como distração.

Por isso, na hora de pesquisar um imóvel, leve em conta se ele traz um espaço que seja suficiente para o seu animal brincar e ficar confortável. Leve em consideração principalmente se há uma sala de estar boa para ele ficar, visto que deve ser o espaço em que o animal mais ficará durante o dia. Além disso, se você possui um pet há bastante tempo, sabe que ter um animalzinho em casa, principalmente cães, não é só colocá-lo lá que ele encontrará seu espaço para dormir, fazer suas necessidades e etc. Quando for visitar os apartamentos que tem interesse, já comece a estruturar em sua mente os locais em que ele poderá fazer essas coisas, isso facilitará muito na hora da mudança, tanto para evitar sujeiras e bagunças, como para a saúde do seu animal.

Vale lembrar também que não é porque você está se mudando para um local maior que o seu animal vai amar instantaneamente. Principalmente os cães, que tendem a ter problemas para se acostumarem em mudanças mais radicais como essas, como se mudar de um apartamento para uma casa com jardim e achar que ele vai amar de cara. Pode ser que ele até goste, mas há grande chances do animal desenvolver ansiedade e estresse. Por isso, é importante ir mostrando aos poucos, e com paciência, que o novo local é seguro e agradável, dando comida para ele nos novos locais e, principalmente, brincando com ele.

Se atente ao piso

No momento de escolher um imóvel novo, muitos donos de pets esquecem, ou se quer não fazem ideia, de se atentar ao tipo de piso, já que pode variar na produção de ruído conforme eles caminharem ou correrem entre os cômodos. Pisos de madeiras devem ser evitados, dando prioridade aos de cerâmica, que além de diminuir consideravelmente o barulho para não incomodar os vizinhos de baixo, também irão facilitar na hora da limpeza, caso o pet demore um pouco na adaptação ao novo local.

Além disso, se os pisos forem escorregadios demais, podem acabar prejudicando as articulações do seu animal, pois gerará muito esforço, podendo causar dor toda vez que ele precisar se sentar ou levantar.

Segurança

Assim como ter crianças em casa, a segurança deve ser uma das primeiras coisas que se deve planejar ao pesquisar imóveis, verificando os pontos que podem oferecer algum tipo de perigo para eles. Assim que você efetuar a compra do imóvel, insira redes de proteção nas janelas e, dependendo da idade do seu animal, evite casas que possuam escadas, ou opte por colocar portões para evitar riscos, já que eles também irão demorar um pouco para se adaptar a nova moradia.

Regras

Na hora de comprar o imóvel, muitos clientes ficam receosos se o apartamento que irão comprar é permitido levar pets ou não. Porém, esse tópico fica como um alerta para que você não seja enganado, pois em questão de compra, não existe lei de condomínio que lhe proíba de ter um animal no seu lar, pois isso faz parte do direito de propriedade, conferida na Constituição Federal como um direito seu. Mas vale a reflexão: um lugar que tenta passar por cima da lei e tenta proibir animais, não deve ser uma boa opção de ambiente saudável para o seu bichinho, né?

Áreas para pet

Com o aumento de lares brasileiros que possuam animais de estimação (Segundo alguns dados do IBGE, liberados em 2018, estima-se que os lares brasileiros possuam cerca de 22 milhões de felinos e 52 milhões de cães), logicamente muitas construtoras têm notado a necessidade de se investir em um espaço pet em condomínios. Visto que esses espaços geralmente são inseridos em prédios que custam um pouco mais caro, caso você tenha essa possibilidade, considere comprar um imóvel que ofereça espaços pets!

Espaços pets nada mais são do que uma área exclusiva para os animais de estimação gastarem suas energias acumuladas em apartamentos, além de poderem ter a oportunidade de interagirem com outros animais. As vantagens desses espaços são bem claras: mais segurança e comodidade! Pois os moradores podem passear e se divertirem com os seus animais, sem precisar deixar a estrutura do condomínio.

Mudanças não são só estressantes para os humanos, como também são para os animaizinhos também, por isso, seguindo algumas dessas nossas dicas, você proporcionará mais conforto e comodidade para esses seres que são verdadeiros membros da nossa família! Aliás, lembre-se que com essas dicas que estamos lhe dando que mudança não é desculpa para abandono!

Claro que nós, da Imobiliária Capriatti, podemos lhe ajudar a encontrar um imóvel que se adeque as suas necessidades e ao seu perfil econômico, por isso entre em contato conosco! Teremos o maior prazer em ajudar você e o seu pet.

#NósTemosSeuPrimeiroImóvel