Minha Casa Minha Vida: entenda as supostas novas regras para a faixa 1 em 2020!

Minha Casa Minha Vida: entenda as supostas novas regras para a faixa 1 em 2020!

Comemorará 11 anos de existência neste ano o programa Minha Casa Minha Vida, programa que foi criado com o objetivo de conceder subsídios do Governo Federal para famílias de baixa renda, e assim realizar o sonho de muitos brasileiros a terem a sua casa própria!

De lá para cá, muita coisa mudou, presidentes, governos, regras e crises. Por conta disso, é sempre muito importante estar a par das novas regras que surgem a cada ano de existência do programa, não é mesmo?

Aliás, muito se tem comentado sobre as novas regras do novo governo, mas pouco se fala realmente quais são elas e como funcionam. É exatamente para isto que este texto surge, lhe ajudar a compreender e estar por dentro de tudo, para quem sabe finalmente poder utilizá-lo  e comprar o seu imóvel!

Quem pode utilizar do MCMV em 2020?

Segundo o site da Caixa Econômica Federal, os perfis são estipulados conforme a tabela abaixo:

  • Famílias com renda de até R$ 1.800,00:: Faixa 1 – A Caixa oferece várias vantagens para a sua família. Conte com um financiamento de até 120 meses, com prestações mensais que variam de R$ 80,00 a R$ 270,00, conforme a renda bruta familiar. A garantia para o financiamento é o imóvel que você vai adquirir. Assim, fica muito mais fácil realizar o sonho da casa própria.
  • Famílias com renda de até R$ 2.600,00: Faixa 1,5: Você pode adquirir um imóvel cujo empreendimento é financiado pela Caixa com taxas de juros de apenas 5% ao ano e até 30 anos para pagar e subsídios de até 47,5 mil reais.
  • Famílias com renda de até R$ 4.000,00: FAIXA 2: Se sua família tem renda bruta de até R$ 4.000,00, você se encaixa nesta faixa do Programa Minha Casa Minha Vida e pode ter subsídios de até R$ 29.000,00.
  • Famílias com renda de até R$ 7.000,00: FAIXA 3: Para famílias com renda bruta de até R$ 7.000,00​​, o Programa Minha Casa Minha Vida oferece taxas de juros diferenciadas em relação ao mercado para você conquistar uma casa própria.

O MCMV irá acabar em 2020?

Cuidado com o que se lê na internet! É comum termos medo da extinção de um programa tão bom e que ajuda a tantos brasileiros como o MCMV, mas as chances de isto realmente acontecer são quase nulas.

O que ocorre mesmo é que algumas mudanças devem acontecer, mas que até agora tratam-se apenas de boatos ou sugestões. Sem a previsão de novos investimentos, a Faixa 1 passará por extinção ou por algumas mudanças, principalmente pelas inadimplências que está faixa sofre e acaba prejudicando o programa.

Segundo fontes e entrevistas feitas pelos membros do governo, está se estudando formas de diminuir essas inadimplências, como oferecer uma espécie de aluguel ao invés de compra.

Outra proposta que o governo está estudando implementar é um programa que ofereça vouchers (vale com um crédito) para pessoas e famílias que ganhem até R$ 1.200, que é menos do que a faixa 1. Este voucher poderá ser utilizado para compra de alguma unidade já pronta, construir ou reformar. Ainda segundo o governo, esse valor dependeria do mercado imobiliário de cada cidade, mas a ideia é trabalhar com uma média de R$60 mil.

Além disso, ainda se estuda fechar parcerias com as prefeituras, que doariam terrenos para obras voltadas para a faixa 1, o que reduziria 30% dos custos da união com o programa.

Vale lembrar que apesar de alguns problemas, o programa Minha Casa Minha Vida estima ter feito mais de 5,5 milhões de unidades habitacionais nos últimos dez anos, sendo que 4 milhões de moradias foram entregues neste período, e R$ 464 bilhões foi o valor gasto pelo governo federal no programa.

Ficou faltando alguma dúvida ser respondida em relação ao MCMV? Então entre em contato agora com os nossos especialistas da Capriatti Imobiliária, via WhatsApp, (41) 98803.6166, ou clicando aqui!

#nóstemososeuprimeiroimóvel!