Cuidados e vantagens ao comprar um imóvel em conjunto com parceiro(a)

Cuidados e vantagens ao comprar um imóvel em conjunto com parceiro(a)

Quando um casal sente que o seu relacionamento chegou em outro nível, a primeira coisa que se começa a cogitar é dividir um imóvel, algo muito comum antigamente que foi perdendo a força com o tempo. Mas mesmo alguns casais ainda optando pelo aluguel, o mercado imobiliário tem sentindo crescer o número de parceiros que enxergam vantagens em realizar o sonho da casa própria. Porém, sabemos que como em qualquer grande mudança em um relacionamento, existem vantagens e cuidados a se tomar antes de qualquer decisão.

LEIA MAIS: Descubra qual imóvel cabe no seu bolso!

Pensando nisso, separamos algumas vantagens e cuidados que se deve considerar, antes de comprar um imóvel em conjunto com seu/sua parceiro(a) para não haver nenhum arrependimento futuro.

Planejamento

O momento de se escolher o primeiro imóvel é a primeira decisão importante e que deixa claro se é uma boa escolha ou não. Por isso, neste momento os dois precisam sentir a sintonia, se as necessidades e os desejos que o casal enxerga no imóvel coincidem, se há uma boa recepção quando um dos dois sente que precisa abrir mão de algo pelo outro e se a parte financeira está de acordo para os dois.

Lembre-se que assim como estamos apaixonados, não se deve tomar qualquer atitude por impulso, visto que comprar um imóvel geralmente se trata de um processo longo e com grandes custos. Por isso, reflita bastante, pois mesmo após uma possível separação, o financiamento ou a compra continua sendo de responsabilidade de ambos!

Pesquise e simule!

Já tendo uma compreensão melhor do que vocês necessitam em um imóvel, o momento agora é de pesquisar muito, os diversos tipos de imóveis que se enquadram, analisar os valores e até mesmo simular, caso haja interesse em utilizar um financiamento bancário. Pois a simulação os ajudará a compreender melhor como funcionará o pagamento e seus valores. Já começar a resolver isso junto a uma imobiliária, irá facilitar todo o processo, pois o corretor irá conduzir o aos que imóveis e valores que melhor se enquadram!

LEIA MAIS: Entenda importância de um corretor de imóveis!

Financiamento

Se o casal optar pelo financiamento imobiliário, a composição de renda ajuda muito na hora de se financiar um imóvel. Ainda estando noivos, o casal já pode assumir o financiamento e assim, ambos poderão compor a renda exigida para liberar o crédito. Além disso, também exista e opção de se usar os saldos do FGTS como parte do pagamento. Então, haverá grandes chances da parcela financiada, ser menor.  

LEIA MAIS: Por que você deve simular o seu crédito antes de comprar um imóvel?

Escolhas dos tipos de imóvel e suas vantagens

Imóvel na planta

Ainda falando de optar por um financiamento bancário. Se o casal resolver isso antes mesmo de se casar, o imóvel na planta pode ser uma vantagem para programar a data do casamento perto da entrega estipulada do imóvel. Nesta opção, os parcelamentos dos imóveis costumam ser um pouco melhor, por conta de ser administrado pela própria construtora, apenas financiando o saldo devedor.

Porém, é ideal que se considere marcar a data do casamento para seis meses após o estipulado pela construtora, para evitar qualquer decepção em caso de atrasos na obra.

Imóvel novo

O imóvel novo já pronto, também é uma boa opção. Já que se evita riscos de qualquer problema ou atraso. Além disso, o casal já pode ir decorando e montando o seu lar. O único impasse é que, logicamente, os imóveis novos acabam sendo um pouco mais caros, quando comparados aos que são adquiridos na planta.

Dividindo as contas

Uma dica importantíssima é compreender que o imóvel é um investimento e é extremamente aconselhável que as parcelas e as demais dívidas sejam partilhadas em valores iguais. Mesmo que um dos dois esteja financeiramente melhor, procure separar os valores se baseando na renda mais baixa. Pois assim, o que estiver ganhando um pouco melhor, pode separar esse valor para qualquer emergência ou investir nos móveis.

Contrato

Outra dica de extrema importância é colocar o nome dos dois no contrato de compra, independente de qualquer coisa! Pois desta forma, os dois terão direito a metade do imóvel. Para evitar qualquer confusão, é imprescindível que o casal registre tudo em documentos oficiais, colocando todos os dados possíveis! Isto é, desde quanto cada um está investindo até mesmo a origem do dinheiro.

LEIA TAMBÉM: 10 etapas que você irá percorrer para comprar o primeiro imóvel

Acima de tudo, lembre-se que há mais vantagens em investir em um imóvel, do que morar de aluguel. Afinal, o dinheiro gasto no aluguel jamais será recuperado! Entre em contato conosco e nós, da Imobiliária Capriatti, teremos o prazer de ajudar você e sua família a realizar um momento tão importante e feliz!

#NósTemosSeuPrimeiroImóvel