Como utilizar do seu FGTS para comprar um imóvel

Como utilizar do seu FGTS para comprar um imóvel

A utilização do FGTS facilita muito no momento da compra do seu primeiro imóvel. Ele apresenta diversos benefícios e compreender quais são é algo de extrema importância, principalmente para saber se você se encaixa ou não. Pensando nisso, vamos explicar um pouco sobre o que pode, quem pode e o que não pode em relação ao uso do FGTS na compra do seu primeiro imóvel.

O que é FGTS?

Para quem desconhece, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, ou FGTS, foi criado com o objetivo de proteger o trabalhador demitido sem justa causa, mediante a abertura de uma conta vinculada ao contrato de trabalho. Assim, no início de cada mês os empregadores depositam em contas abertas na Caixa, em nome dos empregados, o valor correspondente a 8% do salário de cada funcionário. O FGTS é constituído pelo total desses depósitos mensais e os valores pertencem aos empregados que, em algumas situações, podem dispor do total depositado em seus nomes.

Por mais que algumas sejam contra esse fundo, por não concordarem com o fato dele reter uma porcentagem do salário, o FGTS constitui um capital que pode ajudar muito a conquistar o seu imóvel. A compra do imóvel é uma das pouquíssimas formas de ser beneficiado pelo recurso do fundo de garantia que fica retido na Caixa Econômica Federal, mas é seu.

Quais são os benefícios do FGTS na compra de um imóvel?

O saldo da sua conta do FGTS pode ser utilizado para pagamento da casa própria. São três possibilidades de uso e uma delas pode ajudar você a conquistar seu sonho.

Compra e construção

Para quem deseja comprar ou construir um imóvel residencial, o saldo do FGTS pode ser utilizado constituindo parte do pagamento ou pagamento do valor total. 

Amortização ou liquidação do saldo devedor

Para quem quer utilizar seu saldo do FGTS para quitar totalmente sua dívida ou pagar uma parte do saldo devedor, desde que o contrato de financiamento tenha sido assinado no âmbito do Sistema Financeiro Habitação.

Pagamento de parte do valor das prestações

Você pode usar o FGTS para diminuir em até 80% o valor das prestações em 12 meses consecutivos, desde que o contrato de financiamento tenha sido assinado no âmbito do Sistema Financeiro Habitação.

Quando se utiliza do FGTS no programa MCMV, tendo mais de três anos de contribuição, ganha 0,5% de desconto na taxa de juros. Esse desconto pode até parecer pouco, mas a longo prazo é um grande benefício, pois se consegue financiar um pouco mais e pagar menos de parcela.

Além disso, você poderá utilizar do FGTS a cada dois anos para amortizar o seu saldo devedor e ir quitando o financiamento.

Condições para utilizar do FGTS

  • Ter contribuído por pelo menos 3 anos. A boa notícia aqui é que não precisa ser consecutivo, ou seja, se você ficou empregado um ano, depois foi para o mercado informal e anos mais tarde voltou a recolher, o fundo de garantia vai considerar os anos que você recolheu. Não precisando ser consecutivo ou na mesma empresa.
  • Não possuir financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH), em qualquer parte do País.
  • Não ser proprietário, possuidor, promitente comprador, usufrutuário ou cessionário de imóvel residencial urbano ou de parte residencial de imóvel misto, concluído ou em construção, localizado no município de sua atual residência, ou onde exerce a sua ocupação laboral principal, incluindo os municípios limítrofes e integrantes da mesma região metropolitana.
  • Destinar-se à moradia do titular.
  • O valor do imóvel não pode ultrapassar R$ 1,5 milhão, regra válida para todo o país.

Quando você não pode utilizar o FGTS

  • Material de construção para reformar um imóvel
  • Comprar um terreno
  • Em imóveis residenciais para familiares, dependentes e outras pessoas

Como funciona em um consórcio imobiliário?

O consorcio, diferente de uma linha de financiamento ou de empréstimo, onde o dinheiro vem do banco, o dinheiro vem dos próprios consorciados, ou seja, de pessoas que querem adquirir um bem. A vantagem do consórcio é que não existe necessidade de se esperar até o final do prazo dele para receber esse dinheiro e assim comprar um imóvel. Existem duas formas de ser contemplado:

  • Sorteio mensal, onde uma pessoa escolhida recebe o valor do bem e pode comprá-lo
  • Por meio de um lance, ou seja, fazendo uma oferta. Se ela for a maior do mês, você é contemplado e pode comprar o imóvel antecipadamente. Vale dizer que nessa modalidade, para fazer o lance você pode utilizar de recursos próprios ou do seu Fundo de Garantia, desde que você se enquadre nas regras. O consórcio acaba sendo uma boa opção para quem não tem muita pressa para comprar o imóvel.

Posso comprar um imóvel à vista usando somente o FGTS?

Sim, é possível! Mas o cliente tem de respeitar os limites de valor do imóvel dependendo da região em que se encontra. Todos os grandes bancos são autorizados a realizar o saque para compra a vista do imóvel. Se trata de uma excelente maneira de utilizar o fundo de garantia, o utilizando para uma boa causa.

Quando junto a renda com outra pessoa, ela pode adicionar o seu FGTS também?

Sim! Se você juntar a sua renda com a de outra pessoa para financiar, o FGTS do(a) segundo(a) participante do financiamento também pode entrar na soma do capital e é melhor ainda, pois apresentará mais a condição de compra.

Como liberar FGTS para casa própria se já tenho outro imóvel em outra cidade?

Seguindo as regras do FGTS, mais precisamente em dois requisitos, onde diz que “O comprador não pode ser proprietário de imóvel no município em que se quer adquirir um novo nem município limítrofe.” e “Trabalhar ou morar na mesma cidade em que se pretende adquirir o imóvel usando o FGTS”.

Como utilizar o saldo do seu FGTS

  • Consulte o saldo do seu FGTS

Você pode ir até a agência da Caixa Econômica ou olhar pelo site, vendo quanto pode ser utilizando na opção de compra, liquidação, amortização de seu saldo devedor ou até mesmo nas parcelas de seu contrato.

Consultando o seu saldo, uma boa dica é fazer uma simulação, caso deseje utilizar um financiamento bancário. Pois assim você terá mais noção da melhor opção para utilizar o FGTS.

LEIA MAIS: Por que você deve simular o seu crédito antes de comprar um imóvel?

  • Reúna a documentação

Separe a documentação necessária e a entregue na Agência da Caixa ou no Correspondente Caixa Aqui mais próximo de você. 

Documentação necessária:

  • Documento oficial de identificação;
  • Extrato de conta vinculada ao FGTS
  • Carteira de trabalho para comprovar o tempo de trabalho sob o regime do FGTS;
  • Se você é trabalhador avulso, declaração do órgão gestor da mão de obra ou do sindicato.
  • Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física – DIRPF. No caso de trabalhador casado ou em união estável, apresentar a DIRPF de ambos os cônjuges/companheiros.

Caso você ainda possua alguma dúvida, fale conosco! Nós da Imobiliária Capriatti estamos aqui para lhe ajudar em todo o processo de compra, tirar qualquer dúvida da utilização do FGTS, além de analisarmos juntos a melhor forma de aplicá-lo.

#NósTemosSeuPrimeiroImóvel