Como montar um jardim vertical em seu imóvel

Como montar um jardim vertical em seu imóvel

Não existe mais desculpa para não ter um jardim em seu apartamento, principalmente por falta de espaço. Isso porque os chamados jardins verticais estão cada vez mais sendo utilizados em imóveis para quem gosta de sentir perto da natureza em meio a rotina dura da cidade grande. Para quem desconhece, jardim vertical, ou jardim suspenso, basicamente é uma forma de arquitetura paisagista e sustentável, um jardim ou uma pequena “floresta urbana” anexado ou incorporado em uma parede do imóvel.

Mesmo estando muito em alta atualmente no mundo das tendências paisagistas, os jardins suspensos são utilizados há muito tempo em diversas culturas ao redor do mundo, como os Jardins Suspensos da Babilônia, considerados uma das Sete Maravilhas do Mundo.

Quais são os seus benefícios?

Ter um jardim vertical traz mais vida e aconchego ao seu ambiente, além de maximizar espaços limitados por transformar uma parede sem utilidade em um projeto esteticamente agradável! Claro que além da estética e da sensação de estar próximo da mãe natureza, os JV também atuam como isolantes térmicos e acústicos, diminuindo o calor excessivo e atenuando a poluição sonora das cidades. Para melhorar, quem opta por adquirir um ainda tem o privilégio de ter um ar mais purificado.

Quais são os tipos de jardim vertical?

Naturais

Perfeito para aplicar em ambientes externos, esse tipo de jardim vertical, como o próprio nome já diz, é feito com plantas naturais das mais diferentes espécies. Esse tipo de JV requer um maior cuidado, visto que é necessário analisar a incidência de luz e temperatura para que as plantas sobrevivam e cresçam da maneira mais natural possível.

Preservados

o Jardim Vertical Preservado é ideal para se utilizar como alternativa para ambientes fechados, isto é, em salas, escritórios e outros espaços onde há pouca incidência de luz solar. Este tipo de JV é feito por plantas 100% natural que passam por um processo de tratamento que conserva suas folhagens, texturas e seu brilho. Mesmo sendo uma opção que não necessita manutenção básica periódica, se trata de plantas mais sensíveis, que não podem ter contato com água ou luz solar. Suas maiores vantagens são que ela está livre de insetos e apresentam uma altíssima durabilidade. Nos Jardins Verticais Preservados, as espécies de plantas mais utilizadas são a Avenca, Bruxinhos, Palmeira-Areca, Cica, Palmeira-Fênix, dentre outras.

Musgo Moss

Preservado em formatos redondos e multidimensionais, o Musgo Moss é perfeito para dar um toque contemporâneo e de muita elegância para ambientes fechados. Esse tipo de JV dispensa manutenção periódica e trazem muitas opções de espécies e de cores: laranja, marrom, azul, verde e diversas outras. Além disso é de fácil instalação, aplicada em ambientes variados e apresenta mais vitalidade.

Artificiais

Também conhecido como Jardim Vertical Permanente, esse tipo é constituído por plantas artificiais, feitas de seda fina e poliéster de grande qualidade, que são praticamente idênticas as naturais. Por conta de ser artificial, esse tipo requer quase nenhum tipo de manutenção, além de proporcionar maior escolha de tamanho e réplicas de espécies. A maior vantagem deste é que pode ser aplicada em qualquer tipo de ambiente, além de ser resistente a mudanças climáticas e manter o beneficio de produzir barreira acústica.

Como montar um jardim vertical

Engana-se quem acha que montar um jardim vertical trata-se de simplesmente inserir vários vasos de plantas, um em cima da outra, pregados na parede. Por mais que seja uma tarefa fácil montar um, ele não é muito indicado para se montar por conta própria, na verdade, o ideal é contratar um profissional na área de arquitetura paisagista ou no ramo de jardinagem. Portanto, você só terá uma tarefa: ter uma parede vazia para aplicar. Depois disso, o profissional escolhido irá desenvolver um projeto, baseando-se nas suas preferências e analisando qual tipo de JV combina mais com o ambiente desejado, e depois produzirá os suportes para que as suas plantas sobrevivam e cresçam saudáveis, instalando sistemas de irrigações e de adubagem natural, ou utilizando da criatividade para construir um JV único, já que as opções são infinitas!

Agora que você provavelmente já está convencido(a) a ter um jardim vertical na sua casa, veja algumas dicas de como aplicá-los nos exemplos abaixo:

Jardim vertical é uma ótima ideia para levar um toque de verde para o apartamento, além de causar efeito lindo no ambiente. Se após essas dicas, você está realmente pensando em aplicar esse projeto em seu ambiente, ou então está procurando um imóvel para comprar que traga um espaço ou uma varanda para inserir esse modelo de jardim, entre em contato agora com os nossos especialistas, via WhatsApp, (41) 98803.6166, ou clicando aqui!

LEIA TAMBÉM: O que avaliar na compra de um imóvel quando se tem pets

 #nostemosseuprimeiroimovel