Como funciona a composição de renda no financiamento?

Como funciona a composição de renda no financiamento?

Sempre recebemos diversos questionamentos em relação a composição de renda nos financiamentos imobiliários. 

Para ajudar vocês, separamos abaixo as principais dúvidas de nossos clientes:

Quem pode

  • Marido e Mulher
  • União estável
  • Noivos
  • União Homoafetiva
  • Pais e filhos e parentes

A participação do conjugue no financiamento é obrigatória, mesmo que ele não tenha renda. (Exceto no regime de separação de bens.)

Existem Bancos que aceitam até amigos que comprovem renda e idoneidade cadastral.

CAIXA, por exemplo, permite composição de renda com qualquer pessoa: familiares, amigos, cônjuges, sem limitação de participantes, desde que não haja restrições cadastrais com os candidatos a financiamento.

Quais são as Vantagens?

Muitas vezes é a única alternativa que os compradores têm para realizar o sonho da casa própria.

Em geral, são pessoas jovens, e que ainda estão na fase de consolidação ou formação profissional, e que pretendem adquirir imóvel próprio.

Em geral, a composição é feita com parentes próximos, como: pais, mães e irmãos. Mas, também, existem casos com amigos e parentes mais distantes.

A composição de renda permite aos compradores adicionados a utilização do FGTS, para dar entrada e/ou quitar parcelas do financiamento, obedecidas as condições de uso previstas na legislação.

Quais são as Desvantagens?

É importante lembrar que, ao financiar um imóvel com mais de uma pessoa, esse imóvel também pertencerá a essa pessoa. Isso é interessante para você?

Atente-se também para o risco de penhora do imóvel caso a outra parte fique em débito no mercado.

Em qual nome é feito o registro do contrato?

Na maioria das vezes, o contrato será feito no nome daquele que possuir a maior renda. 

Como funciona a composição de renda no Minha Casa Minha Vida?

Para fazer o cálculo, deve ser levado em conta, a renda mensal familiar bruta, ou seja, o total comprovado que a família recebe.

Vejamos um exemplo:
Bruna e Jorge trabalham com carteira assinada e cada um recebe R$1.000,00/mês em seus respectivos empregos.

Porém, nos horas vagas, o casal também ganha uma renda extra de aproximadamente R$300,00 trabalhando como Uber.

Para sabermos qual é a renda bruta total, é feita a somatória de todas essas rendas, e seu total é levado em consideração no ato do financiamento:

  • Salário Esposa: R$1.000,00
  • Salário Marido: R$1.000,00
  • Renda Extra Informal: R$300,00
R$ 1000
Renda Total Bruta

Lembramos que como o Minha Casa Minha Vida só pode ser adquirido 1 vez por CPF, em caso de composição de renda, essas duas pessoas não poderão mais financiar no futuro outra unidade usando os benefícios do MCMV.

 

Se tiver mais dúvidas em relação a composição de renda, deixe aqui nos comentários.

E se está em busca do seu primeiro imóvel, não deixe de ler o artigo:

>>> Saiba o que avaliar ao comprar o seu primeiro imóvel

Imobiliária Capriatti

#NósTemosSeuPrimeiroImóvel