Como funciona a entrevista com o banco?

Como funciona a entrevista com o banco?

No processo de aprovação do seu financiamento bancário, muita gente morre de medo principalmente em uma etapa: a entrevista com o gerente do banco. A entrevista é um momento muito importante na hora de realizar o sonho da compra do primeiro imóvel, ela ocorre após o cliente ter o seu crédito pré-aprovado, depois de ter levado toda a documentação no correspondente bancário. Assim o gerente do banco, vai entrar em contato com a pessoa para marcar a entrevista, estabelecendo se, de fato, o financiamento será aprovado ou não.

Assim, muita gente chega até a passar mal dias antes da entrevista, com medo do que pode acontecer nela, crendo que vai ser algo cheio de pressão, que pode surgir um problema ou uma pergunta que a pessoa não saberá responder. Em resumo, que vai ser tipo uma prova, onde o cliente vai ter que ter raciocínio rápido, se não vai ser mal interpretado. Mas, é preciso compreender que não é bem assim e que as coisas são bem mais tranquilas do que parece, desde que se esteja preparado e ciente do que vai ocorrer.

O que vão perguntar?

Como, infelizmente, algumas pessoas tentam aplicar ilegalidades, forjando ou omitindo renda, financiando para outra pessoa e até falsificando renda para pleitar no MCMV; A entrevista com o gerente habitacional do banco serve, basicamente, para ele compreender e conferir a realidade financeira, checando se todas as informações que estão com ele no dossiê, são reais.

Ele vai perguntar se a pessoa é casada ou não, a renda do cônjuge, se tem filhos, sobre o seu trabalho, se tem veículo próprio, se paga aluguel, quanto paga e outras questões que mostrem que a pessoa tem compreensão de como será o processo. O gerente também vai pegar os seus holerites, ver na base interna do FGTS, se a renda está batendo com o que a empresa está declarando, se o cliente recebeu um aumento no salário muito recente e porque isso aconteceu.

O intuito desta entrevista, além de conferir se os dados estão batendo, é que ele analise se a pessoa tem capacidade de assumir esse financiamento, se tem planejamento financeiro, se terá verba para comprar as mobílias ou qualquer gasto que o novo imóvel precisará, por exemplo. Em resumo, ele quer saber se pode existir algum impasse futuro no pagamento do financiamento.

Lembre-se que o gerente só está ali para confirmar dados e não para atrapalhar o cliente. Até porque os bancos querem muito que tudo dê certo, né? Para também lucrar com a sua aprovação.

Ainda tá sob tensão? Veja algumas dicas!

Não crie nenhuma restrição no meio do caminho.

Do momento que você é pré-aprovado, até o dia da entrevista, não faça dívidas de maneira alguma. O seu CPF está diretamente atrelado a conta da Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil, assim, qualquer nova dívida pode fazer com essa entrevista realmente vá por água abaixo. Por inúmeros motivos que contrair uma nova dívida possa gerar. Se segure nos gastos!

Se possível, vá sem ninguém

Cada vez mais perto de concretizar o primeiro e tão sonhado imóvel, isto pode gerar uma euforia tremenda, daquelas que você vai querer levar toda a família para participar da entrevista. Mas, não faça isso!

Por mais que ninguém próximo a você, tenha a intenção de atrapalhar, um número muito grande de pessoas em volta na entrevista, pode fazer com que você se perca nas perguntas ou que, no meio de alguma brincadeira interna, saia alguma frase que faça o gerente desconfiar da autenticidade da sua capacidade em financiar.

O gerente quer te ajudar, mas ele não é seu amigo

Assim, há também algumas pessoas que vão sozinhas e confundem o trabalho do gerente com uma ajuda amiga, mas gerente não é seu amigo. Por isso, evite se abrir muito, reclamar da família, trabalho ou qualquer coisa do tipo. Você está em um processo de análise!

Você pode acabar ficando muito a vontade e falar mal de algo no seu trabalho, por exemplo, e o gerente analisar que a sua insatisfação gere instabilidade ao ponto de você largar ou perder o trabalho e não conseguir estar em dia com os pagamentos da parcela. Fale apenas o que é necessário!

Estude

Por último, compreenda bastante tudo o que envolve o momento da compra do primeiro imóvel. Apesar de ser uma rápida entrevista, em torno de 20 minutos, o gerente pode analisar que você não tem planejamento porque nem procurou entender como funciona. Por isso, uma boa dica é pesquisar aqui, no blog da Capriatti, todos os processos de financiamento e tirar qualquer dúvida com os nossos textos publicados.

Logicamente, toda a técnica de entrevista varia de gerente para gerente. Mas, no geral, eles trazem uma espécie de roteiro que não irá fugir muito do que falamos acima! Está tudo certo com a sua documentação? Você fez cálculos e está tendo responsabilidade? Então, se apegue a famosa frase: “quem não deve, não teme”! Tenha tranquilidade em mente e lembre-se, qualquer dúvida, fale conosco

#NósTemosSeuPrimeiroImóvel