Afinal, existe idade ideal para comprar o primeiro imóvel?

Afinal, existe idade ideal para comprar o primeiro imóvel?

Uma das fases mais memoráveis da vida é quando deixamos a casa de nossos pais, em busca da nossa independência, não é? Porém, são raros casos em que se saí da casa dos pais e já se adquiri o primeiro imóvel. Mesmo que esse fosse o sonho perfeito, sabemos da dificuldade de se bancar logo de inicio quando se inicia a vida adulta. Assim, sempre surge a mesma pergunta: existe uma idade ideal para comprar o primeiro imóvel? Ou é só questão de ter um dinheiro guardado na poupança?

Aqui no Brasil, se tem uma cultura muito forte de se adquirir uma casa própria e isso é ótimo! Mas, é necessário se planejar muito antes de tudo, para evitar qualquer futura dor de cabeça. Quanto menos dor de cabeça nesse caminho de se realizar um sonho, melhor, não é?

Antigamente era mais fácil termos uma melhor noção de qual idade era a “ideal” para se investir nesse imóvel. Porém, atualmente o jovem brasileiro amadurece mais tarde e, por consequência, sai mais tarde da casa dos pais. Quando isso finalmente acontece é muito comum cair no aluguel e, geralmente, é dali que se inicia a vontade de ter o seu espaço e começar a buscar opções para realizar o sonho.

Assim, a verdade é que, caso um jovem entre os seus 18 anos, almeje muito adquirir o primeiro imóvel, ele tem grandes chances sim! Desde que não se tenha contratado nenhum empréstimo, ter pelo menos 4 meses de carteira assinada e estar fora de restrição do CPF. Mas sabemos que a grande maioria dificilmente consegue.

Em média, o brasileiro adquire o seu imóvel aos 32 anos. Mas, segundos especialistas do ramo econômico e imobiliário, a melhor idade para se adquirir o primeiro imóvel é aos 27 anos, onde o jovem já tem um valor significante guardado em sua poupança (o famoso “pé de meia”) e já tem um emprego estável.

Como se preparar para o primeiro imóvel?

Como falamos acima, a idade perfeita para se comprar o primeiro imóvel é 27 anos, considerando que a pessoa já nutria essa vontade há algum tempo e economizou para facilitar futuros gastos, como as documentações. Assim, considere abrir uma poupança, depositando mês a mês, aquele valor que você sabe que gastaria em coisas supérfluas.

O ideal é pesquisar bastante, fazer simulações e avaliar as modalidades de pagamento mais viáveis, desde o momento que surgiu essa vontade, para que já se tenha uma noção melhor de gastos futuros, como as temidas documentações. Outra boa opção é pesquisar a possibilidade de se usar o valor do FGTS para facilitar a compra.

Não se esqueça, saia do aluguel em 2019! O melhor momento de realizar o sonho da casa própria é agora. Mas, se programar e se informar é sempre uma boa opção. Fale conosco e nós, da Imobiliária Capriatti, vamos lhe ajudar com o que você precisar.

#NósTemosSeuPrimeiroImóvel