6 Dicas para não se estressar na hora da mudança!

6 Dicas para não se estressar na hora da mudança!

Se você já precisou ou está prestes a se mudar, sabe que é um momento muito estressante que só termina mesmo quando você organiza tudo direitinho na nova casa. Mas, se mudar é um período de renovação que deve ser celebrado e não o contrário. Assim, para evitar muitos problemas em um momento tão positivo, separamos algumas dicas que você pode aplicar para diminuir essa correria.

Antes de tudo é válido compreender que a chave de uma boa mudança é planejamento! Não importa se você descobriu que vai se mudar daqui há duas semanas ou dois meses, se não houver planejamento há grandes chances de ser algo muito cansativo, além de correr o risco de escolher um frete barato de qualidade nada confiável e quebrar, manchar ou até perder objetos importantes, etc. Por isso, se você descobriu que terá de se mudar e já está com o coração acelerado, calma! Planeje tudo, inclusive as dicas que vamos dar abaixo.

Confused Mess GIF by Samm Henshaw - Find & Share on GIPHY

LEIA MAIS: 10 etapas que você irá percorrer para comprar o primeiro imóvel.

1. Crie metas e listas

Checkmark GIF by MOST EXPENSIVEST - Find & Share on GIPHY

Falando em planejamento, nada mais define se planejar do que criar listas e traçar metas. Pode até parecer óbvio demais, mas se você não criar uma lista de seus afazeres, provavelmente irá acabar se perdendo ou deixando tudo para última hora!

Assim, faça uma lista em uma folha de papel, cole na parede ou em um lugar bem visível. Pois mesmo que o seu cérebro tente lhe auto sabotar para procrastinar, toda vez que você passar por essa lista irá lembrar que ainda não fez tal coisa ou que ainda nem começou as tarefas. Aliás, a melhor coisa nessa lista é estipular datas para cumprir as metas dela. Fazendo uma coisa por dia, mesmo que pequena, irá facilitar muito a sua vida, principalmente nos dias próximos da mudança.

Nessa lista, coloque não só as coisas que precisam ser encaixotadas, mas também outras coisas que vão além de guardar os seus pertences. Como por exemplo:

  • O que precisa ser comprado (Caixas de papelão, sacos, plásticos bolhas etc.)
  • O que pode ser encaixotado antes (Coisas que não irão atrapalhar a sua estadia até sair do atual imóvel, como roupas intimas, pratos etc.)
  • Entrar em contato com as empresas de gás, luz, água, internet etc; para não correr o risco de chegar na casa nova e ficar sem alguma dessas coisas que são necessidades vitais.
  • Pegar a chave da casa nova.

2. Se desfaça de algumas coisas

Just Kidding Shrug GIF by iOne Digital - Find & Share on GIPHY

Tanto faz se você é uma pessoa apegada as coisas matérias ou não, uma coisa é certa: você vai acumular várias tralhas ao longo do tempo. Por isso, uma das coisas mais importantes que se deve levar em conta neste momento, é que você precisa se desapegar de tudo aquilo que não tem mais serventia alguma na sua vida. Ou seja, aquela roupa que você comprou e usou poucas vezes, ou até aqueles papeis que você nem sabe mais o que são, mais que foi deixando em um canto, desapegue!

Além de facilitar a mudança, reduzindo peso e ajudando na organização da nova casa, aproveite esse período de renovação da melhor maneira, levando apenas o que é necessário, tendo mais espaço para trazer coisas novas para sua vida e contribuindo para que o novo lar fique mais limpo e equilibrado!

3. Etiquete tudo

Quando se começa a encaixotar seus objetos para a mudança, cada vez mais você notará a utilidade dessa dica: etiquetar tudo é indispensável para facilitar esse processo! Utilize aquelas canetas com pontas bem grossas, escrevendo qual cômodo aquela caixa pertence, para que ela possa ser deixada no lugar certo na casa nova. Etiquete em letras garrafais e bem visíveis se o conteúdo é frágil ou até o que há dentro dela, para que você e os carregadores tenham noção do valor do que está sendo carregado. Por exemplo, uma louça ou até uma televisão! Dá para imaginar o risco que você corre se não deixar nada especificado e os carregadores a deixarem lá embaixo das outras caixas pesadas, não é?

Caso você tenha tempo de sobra para organizar a mudanças, uma dica bem funcional que você pode adotar é separar essas etiquetas por cores, assim não haverá necessidade de parar tudo para ler o que tem na caixa. Pois batendo o olho, você já saberá se alguma coisa está no lugar errado.

4. Busque uma empresa de frete confiável!

Pô, um amigão meu faz mudança. Vou te passar o contato” ou “Conheço um amigo de um amigo que faz frete, uma outra amiga minha fez e gostou” são as frases mais escutadas na hora de se mudar. Sabe aquele célebre conselho “Amigos, amigos…Negócios a parte”? Ele também se aplica na hora de escolher uma boa empresa de frete. Isso porque a primeira coisa que devemos compreender é que cada mudança é um caso particular, não é porque o amigo de um amigo fez o frete da mudança para uma amiga, que realmente é bom. Ou até mesmo se a empresa é de um conhecido do amigo que ela vai ser competente.

Evite esse tipo de dica, pois há grandes chances dela mais lhe trazer dor de cabeça do que qualquer coisa. Uma boa empresa de frete não é aquela que cobra mais barato, mas aquela que cumpre o horário marcado, que cuida dos seus objetos com muito cuidado e profissionalismo, levando mantas e outros itens para proteger na hora da carga e descarga. Esse tipo de serviço é muito mais importante do que qualquer valor especial.

Por isso, o ideal é buscar empresas mais conhecidas, ou até mesmo dar uma pesquisada na internet e em grupos de mudanças das redes sociais (existem vários!), quais as pessoas indicam, olhar a página dessas empresas e ver o feedback dos clientes. Assim você você terá uma grande base de pesquisa e evitará um dos piores problemas na mudança.

5. Planeje o grande dia

É tão comum estarmos tão agitados nesse momento, que coisas muito óbvias podem ser esquecidas, como planejar o dia que você irá efetuar a mudança. Após organizar seus pertences, encaixota-los com extremo cuidado e arranjar um frete confiável, não se esqueça que você também precisa avisar o síndico e a portaria do seu novo imóvel sobre o dia da mudança, aproveitando para se informar das regras de condomínio, horários para mudança, horário para silêncio etc.

6. Fotos

Sabe quando você olha atrás de algum aparelho elétrico e nem faz ideia para que tantos fios ou quais são as suas utilidades? Pois é, lembre-se que você terá que ligá-los quando chegar no imóvel novo. Por isso, uma dica muito importante é que tire várias fotos de como os cabos estão encaixados, onde eles vão, etc. O mesmo se aplica para porta-retratos arrumados na estante ou alguns encaixes pequenos em móveis.

Dica extra: Se possível, férias!

Tired The Office GIF - Find & Share on GIPHY

Sabemos que essa dica não se aplica a todos, já que nem todo mundo pode ter o privilégio de tirar férias ou alguns dias de folga quando bem entender, por isso ela vem como um bônus!

Como você pôde notar acima com as demais dicas, se mudar é um momento que pede foco, calma e tempo para que não haja estresse. Então, uma boa dica é que você aproveite as suas férias para programar a mudança ou, se possível, peça uma semana de folga do trabalho para conseguir dar conta de tudo sem pirar.

Afinal, é difícil ter que realizar tantas tarefas e, mais ainda, se ainda tiver que passar a maior parte do seu dia se dedicando ao trabalho ou estudos, pois isso pode causar algum desequilíbrio em algum dos lados. Se você só estuda, programe a mudança para o mês de julho, e se também trabalha aproveite algum feriado para pedir alguns dias extras, justificando que irá aproveitar para se mudar. Até porque, a grande maioria dos prédios não permite mudanças fora do horário comercial e ninguém merece receber uma multa ou ser malvisto logo de cara, não é?

LEIA MAIS: Entenda importância de um corretor de imóveis!

Se mudar pode não ser fácil, mas o estresse pode ser evitado seguindo essas nossas dicas ou também desenvolvendo as suas próprias maneiras de organização. Não esqueça que um dia antes da mudança é bom fazer como se estivesse indo realizar uma prova do ENEM ou entrevista de emprego, isto é, descanse, ouça músicas relaxantes, se alimente bem e tente não pensar em nada.

Lembrando que se você ainda não vai se mudar, mas já está procurando um imóvel para chamar de seu, fale conosco! Nós da Imobiliária Capriatti teremos o maior prazer em lhe ajudar a encontrar o tão sonhando primeiro imóvel! O melhor momento para sair do aluguel é agora!

#NósTemosSeuPrimeiroImóvel

LEIA TAMBÉM: 5 vantagens do programa Minha Casa Minha Vida