5 dicas para não se estressar APÓS a mudança

5 dicas para não se estressar APÓS a mudança

Há alguns dias atrás trouxemos dicas de como se organizar para ter uma mudança sem estresse. Mas a verdade é que muita gente fica mais sem saber o que fazer DEPOIS que a mudança já está feita, isto é, quando a pessoa se encontra mergulhada no meio de milhares de caixas de papelão e plásticos bolhas, sem saber por onde começar. Assim como se mudar, chegar ao novo imóvel é um momento que precisa ser repleto de boas energias e zero nervosismo. Afinal, finalmente o sonho de conquistar o primeiro imóvel se concretizou e uma nova fase se inicia.

LEIA MAIS: 6 Dicas para não se estressar na hora da mudança!

Pensando nisso, resolvemos separar cinco dicas de como se organizar e ter uma pós mudança tranquila. Aliás, falando em organização, assim como na hora da mudança, aqui ela ainda tem muito valor e é bem capaz que você precisa de mais do que antes. Já que sem perceber você poderá correr o risco de ficar meses jogado(a) em caixas, esbarrar em coisas que ainda não foram inseridas em seu lugar certo e etc.  

1. O que desempacotar primeiro?

O caminhão de frete foi embora, você está exausto(a) subir e descer caixa, e provavelmente sofreu estresse emocional. Então sabemos que a sua vontade será de jogar o colchão no chão e dormir até amanhã. Mas, calma! Não se esqueça que amanhã quando você acordar irá precisar de uma roupa para vestir, comida, pratos limpos, toalha para tomar banho etc.

Assim, a primeira dica que podemos lhe dar é desempacotar as coisas mais importantes. Lembra da dica que demos no outro texto de listar e etiquetar as caixas? Se seguiu o nosso conselho, esse processo será mais fácil ainda, pois é só você checar em sua lista as caixas que estão com seus pertences mais urgentes, inseri-las no seu lugar e pronto! Agora sim poderá dar aquela cochilada merecedora.

Não se esqueça das seguintes coisas: montar a cama se possível, roupa de cama, pratos, talheres, ligar a geladeira e dispor os alimentos, roupas íntimas, roupas para usar nos próximos dias, colocar o papel higiênico e as toalhas no banheiro. Esses itens irão facilitar muito a sua vida, principalmente se você for trabalhar no dia seguinte, caso o contrário será uma correria!

2. Estude o seu novo ambiente

É muito provável que a arquitetura da sua casa nova não se parece nada com a antiga. Por isso, antes de sair montando móveis, cama e outras coisas, dê várias voltas pelo novo imóvel e vá imaginando em sua mente onde cada coisa pode se encaixar bem.

Muita gente se atrapalha nesse momento, principalmente porque algumas expectativas são quebradas quando se nota que tal objeto não combina com o novo ambiente, seja por não combinar com o designe ou até mesmo pelas medidas não baterem.

3. Descarte mais coisa

Como também lhe avisamos, se mudar inclui se desfazer de tudo aquilo que foi acumulado e que não tinha mais uma real utilidade na sua vida, como papéis antigos, notas fiscais, roupas, presentes que nunca usou etc. Mas sabemos que nem sempre é fácil se livrar de certas coisas, principalmente se você for uma pessoa apegada aos bens materiais. Porém, após efetuar a mudança, você irá notar que ainda existem muito pertences inúteis e que eles possuem menos sentido ainda no novo imóvel.

Por isso, analise bem se um antigo vaso, quadro ou até mesmo uma poltrona ou sofá velho combinam com esses novos ares que surgiram na sua vida. Quanto mais você se desapegar, mais terá aquela sensação de liberdade e de renovação. Além de que será muito mais fácil manter o seu ambiente desacumulado e organizado.

Por mais que em tempos de crise econômica, pareça absurdo demais se desfazer de algum móvel que não custou barato e que está em um bom estado, também não faz muito sentido manter algo só para não ter que se desfazer, sendo que aquilo não combina ou ocupa espaço demais. Será pura teimosia e um novo ambiente necessita de novos olhares. Além do mais, se o fato de se desapegar de algo caro / que está novo for a sua maior preocupação, nada melhor do que doar para alguém que precisa e fará melhor uso que você!

4. Limpeza

Caso se trate de um imóvel novo, é bem provável que ele já esteja brilhando de tão limpo, mas de qualquer forma, que tal passar uma vassoura ou um pano antes de tudo só para garantir? Será muito mais fácil limpar o local enquanto as suas coisas não estão distribuídas do que depois, mesmo que tenham um monte de caixas no chão. O mesmo se aplica aos seus objetos, tenha um pano sempre a mão para ir tirando o pó ou alguma sujeirinha que possa ter pego no meio da mudança.

5. Um cômodo por dia

Você passou por tanta correria, acha mesmo que o seu corpo vai aguentar arrumar tudo em um dia? Além da sua mente provavelmente estar esgotada, abrir tudo de uma vez e querer organizar na hora só vai criar mais bagunça, pois acumulará um monte de caixas, criará uma confusão e o risco de você jogar tudo de qualquer jeito só para acabar logo é bem grande.

Por isso, crie uma lista e a cole em um lugar bem visível, estabelecendo metas de cômodos e afazeres por dia, principalmente se você trabalha. Isso tranquilizará um pouco a sua cabeça, pois é só você pensar que se aquelas caixas ainda estão ali, é porque o afazer do dia você já cumpriu e amanhã isso se resolverá. Claro que listas e metas também contribuem muito para evitar procrastinação.

Mudanças são fases complicadas, tanto antes quanto depois. Mas seguindo algumas dessas e das outras dicas, com certeza evitará um bom estresse e isso dará espaço para aproveitar mais essa época cheia de renovação. Se você ainda não se mudou porque está em busca do primeiro imóvel, fale conosco! Nós, da Imobiliária Capriatti, teremos o maior prazer de lhe ajudar a realizar o seu sonho!

#NósTemosSeuPrimeiroImóvel